quinta-feira, 11 de agosto de 2011

INFABILIDADE PASTORAL

INFABILIDADE PASTORAL

Atos 5:29 Respondendo Pedro E Os Apóstolos, Disseram: Importa Antes Obedecer A Deus Que Aos Homens.

O Versículo Acima, Relata O Episodio Em Que O Sinédrio (A Autoridade Religiosa Da Época) Queria Proibir Os Primeiros Cristãos De Evangelizarem, A Resposta De Pedro É Direta, Nenhum Religioso Esta Acima Das Sagradas Escrituras.

Muito Já Foi Estudado Em Relação A Infabilidade Papal, Porem Outra “Infabilidade” Esta Presente Em Muitas Igrejas Em Nossos Dias, A Infabilidade Pastoral.
No Meio Dos Batista A Infabilidade Pastoral Não Tem Força, Isso Porque As Decisões Em Sua Maioria São Tomadas Em Assembléias E Vence A Maioria, Mas No Meio Pentecostal A Maioria Das Decisões São Tomadas Pelos Pastores, Cabendo As Vezes A Igreja Somente Ser Notificada Da Informação Já Tomada, Não Era Assim Na Igreja Primitiva, Pois A Mesma Fazia Reuniões, E Buscava Tudo Em Comum. Atos 15: 1 Ao 33, Também Na Igreja Primitiva, Havia Uma Separação Do Ministério Da Palavra Com O Ministério Social, Atos 6: 1 Ao 6. Os Apóstolos Se Dedicavam Com Ênfase A Pregação Da Palavra, Quando A Obra Social Os Diáconos Cuidavam Pessoalmente.
Hoje Vemos Quase Que Tudo, Centralizado Nos Pastores, Muitos Não Concordam Com Isso, Mas, Não Ousam Questionar, Pois Na Maioria Das Vezes, Questionamento É Interpretado Como Rebelião.
Que O Pastor É Uma Autoridade Eclesiásticas Ninguém Deve Duvidar, Mas Ele Jamais Poderá Confundir Autoridade Com Autoritarismo, Até Mesmo Homens Incomparáveis Como Moisés Precisou De Um Jetro Para O Aconselhar, Êxodo 18:1 Ao 27.
O Que Mais Nos Entristece, É Que Muitos Pastores As Vezes Tentam Impor Suas Posições A Qualquer Custo, Mesmo Que A Mesma Vá Contra A Palavra De Deus, Portanto, Não Podemos Aceitar Uma Versão Piorada Da Doutrina Da Infalibilidade. O Protestantismo Não É Baseado Na Autoridade De Homens, Mas Não Autoridade Das Sagradas Escritura.
I Pedro  5:2 Apascentai O Rebanho De Deus, Que Está Entre Vós, Não Por Força, Mas Espontaneamente Segundo A Vontade De Deus; Nem Por Torpe Ganância, Mas De Boa Vontade.
Sempre Digo Que A Bíblia É O Nosso Livro De Fé E Pratica, E Deve Ser Com Base No Que Esta Escrito Nela Que Devemos Tomar As Nossas Decisões.
Vale Lembrar Que Autoridade Pastoral Vai Somente Até Onde A Bíblia Autoriza que vá. Conforme Pode Ser Visto Em 1 Samuel. Eli Sacerdote Na Época De Samuel, Era A  Autoridade, Já Samuel Um Aprendiz Dedicado. Porem, No Momento Que O Sacerdote Pecou E Manteve-Se Contrario Aos Oráculos Divinos, Foi  Samuel Que Foi Usado Por Deus, E De Acordo Com As Escrituras Sagradas Refutou As Atitudes De Seu “Pastor”, Eli Não Se Submeteu Ao Que O Menino Falara E Como Conseqüência Acabou Morrendo Junto Com Sua Desobediente Família. O Exemplo De Samuel, Nos Ensina Que Devemos Nos Manter Submissos As Instruções De Nossos Lideres, Desde Que Elas Estejam Em Harmonia Com A Bíblia – Por Isso  Devemos Julgar Todas As Coisas, Inclusive Ensinamentos, Aconselhamento E Pregações 1 Ts 5:21
Foi Deus Que Delegou A Autoridade Que O Pastor Exerce Sobre Seus Liderados. Porem, Quando Esta Autoridade Delegada É Exercida em beneficio Próprio, Gerando Abusos No Exercício Da Mesma, Devemos Então Nos Embalsamarmos na  Bíblia  Defendendo A Genuína Fé

Nos Laços Do Calvário Que Nos Une.

S.Silva
Pindoretama – Ceará - Brasil



Nenhum comentário: