sábado, 2 de julho de 2011

JUDAÍSMO



Tive a oportunidade de estudar por cerca de 3 anos o Yahadut (Judaísmo) e pude ter um aprendizado interno do mesmo, pois meu Morê (professor), não era um Notzri (Cristão), mas sim um Yehudi (Judeu)
Ou seja, pude conhecer o Yahadut, a luz do Próprio Yahadut, e isso foi, e tem sido muito gratificante, pois me tem permitido tratar de certos assuntos ligados ao Yahadut
com o peso e a dedicação necessária.
Faz-se necessário argumentar que quando falamos em Yahadut e Notzri, estamos entrando num território em que não se trata somente de Dat (religião), mas também filosofia, historia, Lei, Cultura e idioma e quando ignoramos qualquer um desses preciosos “detalhes” , seremos infelizes em nossas conclusões.
Considerando o já exposto acima, tentaremos tratar do assunto de uma maneira pratica porem consistente, para que todos possam compreender e assim idealizarem suas próprias conclusões.
O Surgimento do Yahadut, para alguns inicia-se quando Elokim (D-us), através de Moshê (Moises), tira o seu povo do Mitzrâim Egito.
Após a saída do povo, foi entregue ao povo a Torâh (lei) contendo os Mitsvot (Mandamentos) de HaShem (D-us), porem seria insensato pensar que desde de
Bereshit (Gênesis) até o Shemot (Êxodo) o povo tenha vivido sem Mitsva (Mandamento).
Isso pode ser notado pelas punições de ( Adão, Eva, Caim, Sodoma, Gomorra e Pelo Mundo antigo  destruído pelo Mabul (dilúvio).
Todos foram punidos com rigor, e isso seria impossível caso não houvesse no mínimo uma Mishná (Lei Oral)
Esse é o motivo pela constante frase no Velho testamento... Eu sôu o D-us de seus Pai,
O D-us de Abraão, de Izaque e de Jacó, ou seja, todos esses já conheciam oralmente a Mishná, e Moshê  e o povo que estava no  Mitzrâim, tiveram que ser lembrados das
Mitsvot que seus antecepassados falavam.
Partindo desse entendimento, as Tabuas da Lei que foram entregues ao povo por D-us , foram, uma promulgação da Mishná, uma confirmação dos conselhos e avisos que seus antepassados já os alertavam.
A Torah consiste em 613 Mitsvot ,365 negativos (ordenando o que não se podia fazer)  e 248 Positivos (Ordenando o que se devia fazer).
Nenhum Yehudi era obrigado a guardar todos os 613 Mitsvot, até porque isso era impossível, visto nesses 613 Mitsvot, existirem Mitsva que eram exclusivos somente para Homens, Mulheres, Sacerdotes etc... (Ou seja, seria Impossível uma mulher ser Circuncidada ou um homem guardar as regras da menstruação).
E contrariando o que muitos dizem, os Yehudim (Judeus) não tinham por obrigação  pregar nada a ninguém, a função deles era guardar a Torah e eles mesmo seriam um farol para que através deles outros povos pudessem ver,ou seja, quem quizesse ter conhecimento da Torah que fosse até eles, pois eles não tinham de ir a ninguém, a única exeção que eu me lembro foi do Navi (profeta) Yona (Jonas) em Ninive,
Concluindo a Função do  Yehudi era de Guardar a Torah e não deixa-la cair no
esquecimento

Nos Laços do Calvário que nos Une!!!

S.Silva
Pindoretama - Ceará

Nenhum comentário: